Viagens marcadas para o verão? Estas dicas de segurança são para si

19-07-2021

Com a vida a regressar lentamente à normalidade, as viagens de verão constam novamente dos planos dos turistas. Saiba os cuidados extra a ter para viajar em (ciber)segurança

A Check Point® Software Technologies Ltd. (NASDAQ: CHKP), fornecedora líder de soluções de cibersegurança a nível global, alerta para o aproveitamento que os cibercriminosos tendem a fazer de períodos de maior descontração e lazer, como é o caso do período e viagens de férias.

Para viagens seguras e livres de imprevistos, os especialistas da Check Point deixam 5 dicas:

Evite redes Wi-Fi públicas. Wi-Fi gratuito é tão apelativo quanto perigoso. Não são raras as vezes em que hackers esperam em cafés ou aeroportos para espiar a atividade de outros utilizadores conectados ao Wi-Fi público. Redes Wi-Fi não encriptadas são sempre de evitar. Não há qualquer problema em perguntar no hotel em que vai ficar pelo protocolo de segurança da rede antes de se conectar. Seja extra cuidadoso em cafés ou hotspots gratuitos. Se tiver mesmo de utilizá-los, evite aceder a contas pessoais ou a dados sensíveis.

  • Cuidado com os curiosos. A pessoa sentada ao seu lado no avião pode ter más intenções. Alguém pode estar atento ao seu telemóvel enquanto insere detalhes bancários ou inicia sessão em contas pessoais. Adquira um filtro de privacidade que proteja o seu smartphone ou portátil contra o “mau olhado”.
  • Verifique duas vezes os sites em que reserva as suas viagens. Ciberataques relacionados com viagens podem acontecer antes da própria viagem. Assegure que os websites que utiliza para marcar as suas férias são fiáveis. É prática comum entre os hackers a imitação de sites e a promoção de ofertas falsas. Se um desconto parece demasiado bom para ser verdade, provavelmente é. Antes de avançar, investigue a empresa. Utilize um cartão de crédito para transações em viagem, em vez do cartão de débito. Com um cartão de crédito, há maior probabilidade de estar protegido contra fraudes, caso seja vítima de um ciberataque; com um cartão de débito, é mais provável que o dinheiro desapareça simplesmente.
  • Seja cauteloso com as ATMs. Tenha atenção com a caixa de multibanco que escolhe para levantar dinheiro. Hackers, especialmente em zonas turísticas, conseguem roubar credenciais bancárias através destas máquinas. Dê primazia a ATMs que se encontrem em espaços seguros sempre que possível, de preferência as do seu banco de confiança.
  • Não partilhe a sua localização. Partilhar a localização em que se encontra nas redes sociais pode ser divertido, se não adotarmos uma perspetiva de segurança. Evite partilhar online as datas e os locais em que estará de férias. São coisas simples que, muitas vezes, servem de convite para todo o tipo de atividades criminosas.
  • Rui Duro, Country Manager da Check Point Software Technologies em Portugal, deixa o alerta: “Com a vida a regressar lentamente à normalidade, é expectável que muita gente aproveite para desanuviar nas férias. Sabemos bem quão oportunístico é o cibercrime. É importante que as pessoas não esqueçam a cibersegurança nestes períodos de maior descontração. Há algumas medidas básicas fundamentais que todos devem ter em mente quando viajam, como não utilizar redes Wi-Fi públicas e ser cuidadoso com as ATMs. Essencialmente, há que estar consciente que estamos a viver uma ciberpandemia.”

    (ITO)

    Desenvolvido por: Suporte Informatica