Ataques a dispositivos da IoT aumentou 700% em dois anos

17-07-2021

A Internet das Coisas tem vindo a tornar-se cada vez mais relevante nos dias de hoje, o que também a torna uma porta aberta para possíveis ataques em larga escala. E os dados mais recentes parecem confirmar isso mesmo.

De acordo com um estudo realizado pela empresa de segurança “Zscaler”, os ataques a dispositivos da IoT aumentou quase 700% em menos de dois anos. E a tendência será que este valor venha a aumentar consideravelmente durante os próximos tempos.

Os dados apontam que, durante as duas últimas semanas de Dezembro de 2020, os ataques a infraestruturas da Internet das Coisas aumentou de forma drástica, em parte também devido à pandemia e ao facto que muitos utilizadores estiveram nas suas casas durante este período.

Os alvos são, na sua maioria, dispositivos domésticos de pequeno porte que se encontram de alguma forma ligados à Internet, e com falhas conhecidas que podem ser exploradas para a realização de ataques de alguma forma. A maioria dos ataques destes dispositivos teve origens na Índia, China e EUA, sendo que é nos EUA, China e Irlanda que se encontram mais dispositivos afetados pelos ataques.

Na grande maioria dos casos, os ataques são possíveis de ser realizados devido ao uso de software desatualizado ou com vulnerabilidades que nunca chegam a ser corrigidas nesses dispositivos. A maioria dos equipamentos da IoT, apesar de terem ligação constante à Internet, podem nunca receber atualizações de segurança durante o seu período de vida, o que deixa a porta aberta para possíveis ataques aos mesmos com falhas que nunca vão ser corrigidas – e também são um incentivo para os atacantes, que claro sabem dessas falhas.

A Zscaler recomenda que os utilizadores, sempre que possível, instalem as atualizações mais recentes para os seus dispositivos a nível de firmware, e mantenham uma política de segurança nas suas redes, mesmo que privadas ou domésticas, para garantir que os dados se encontram seguros, bem como todos os dispositivos na mesma.
(TT)

Desenvolvido por: Suporte Informatica