Leaks da Apple podem vir a diminuir consideravelmente devido a novas proteções

11-06-2021

Em 2020, quando o iOS 14 estava ainda em desenvolvimento, nas semanas que antecederam a sua revelação oficial tinham já sido reveladas várias imagens e novidades desta nova versão. No entanto, com o iOS 15, praticamente não surgiram leaks… em parte devido à própria Apple.

De acordo com o portal 9to5Mac, a Apple aplicou medidas consideravelmente mais apertadas para evitar a revelação de leaks sobre o iOS 15, ao ponto de esconder mesmo algumas funcionalidades dos engenheiros da empresa.

Analisando o código interno do iOS 15, chega-se à conclusão que a Apple aplicou um novo sistema de flags para ativar ou desativar determinadas funcionalidades das builds de teste e desenvolvimento do sistema operativo.

Com isto, a empresa poderia ativar apenas algumas funcionalidades para um determinado departamento, sem que esse tenha acesso às funcionalidades de outro departamento diferente. Com isto, a empresa mantinha também um controlo mais apertado, já que nem os próprios engenheiros sabiam o que o sistema tinha de novo – tirando as novidades que os mesmos estariam a trabalhar diretamente.

Esta medida foi tomada com o objetivo de reduzir os leaks que eram partilhados indevidamente sobre o sistema, e impedir também que plataformas rivais pudessem aceder a informações sobre o sistema operativo antes do tempo e aplicar as mesmas nas suas versões antes da Apple – sobretudo as focadas em privacidade.

Acredita-se que a empresa venha a usar este novo sistema de flags em futuras builds do iOS, assim como no próprio desenvolvimento de hardware da empresa – portanto não será de estranhar que as leaks da Apple possam vir a diminuir consideravelmente no futuro próximo.
(TT)

Desenvolvido por: Suporte Informatica