Fiat quer produzir exclusivamente elétricos a partir de 2030

7-06-2021

“É nosso dever trazer para o mercado carros elétricos que não custem mais do que os que são de combustão interna, o mais rapidamente que consigamos, em linha com a redução dos custos das baterias”, assumiu o CEO da Fiat Olivier François. O executivo explicou que a fabricante quer deixar de forma faseada a produção de carros a combustão a partir de 2025. A meta é que em 2030 já só fabrique veículos elétricos. “Entre 2025 e 2030, a nossa linha de produtos vai passar gradualmente a ser cada vez mais elétrica”, cita o Engadget.

A Fiat quer ajudar também a desenvolver o ecossistema de mobilidade elétrica, com contribuições para melhorar o acesso aos veículos elétricos, às infraestruturas de carregamento e a qualidade do ar.

A icónica marca automóvel lançou uma versão 100% elétrica do Fiat 500 em algumas regiões e “a decisão de lançar o Novo 500 – elétrico e só elétrico – foi tomada antes do Covid-19 (…) Já nessa altura, percebemos que o mundo não poderia fazer mais cedências”, revela Olivier François.

Recorde-se que, na Europa, Mini, Volvo e Ford já assumiram o objetivo de fazer esta mudança para 100% elétricas até 2030 e a Honda quer fazê-lo até 2040.
(Exameinformatica)

Desenvolvido por: Suporte Informatica