Duas startups portuguesas nas meias-finais dos prémios europeus de inovação em saúde

7-06-2021

O desenvolvimento de fármacos anticancerígenos e a criação de produtos com origem em algas, micróbios ou plantas são as ideias das startups portuguesas que avançam para as meias-finais dos InnoStars Awards, um programa do EIT Health.

Os EIT Health InnoStars Awards 2021 reconheceram a qualidade das ideias “made in Portugal” da RuPharma e da Endobios, atualmente num estágio inicial de desenvolvimento.

Resultando de um spin-off da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), um dos parceiros do EIT Health em Portugal, a RuPharma tem como objetivo desenvolver novos fármacos anticancerígenos para cancros altamente metastáticos. A solução já está protegida por uma patente internacional.

A Endobios, que desenhou a E-Chem, uma solução que implementa cadeias de valor que beneficiam a Saúde, a partir de bioprodutos já comercializados, mas que se encontram subvalorizados, ou de biorresíduos não-monetizados a partir de algas, micróbios ou plantas. É uma solução que aumenta o valor dos bioprodutos e fornece novas soluções para clientes finais que procuram medicamentos sem prescrição que previnam doenças e melhorem a saúde, principalmente nutracêuticos, imunoestimulantes, microbiomas de saúde, anti-envelhecimento, saúde da pele ou produtos de bem-estar

Uma e outra fazem parte do conjunto de 15 startups selecionadas, que inclui mais três startups oriundas da Roménia, duas de Espanha, Itália e Hungria, bem como uma da Grécia, Polónia, Estónia e Lituânia.

Os InnoStars Awards são um dos programas de aceleração mais competitivos do EIT Health, e têm como objetivo apoiar startups que se encontrem num estágio inicial de desenvolvimento de um protótipo ou com um Produto Mínimo Viável.

Os semifinalistas receberão 25.000€ em dinheiro “inteligente”, destinado a formação na área de negócio e apoio de mentoria por parte de especialistas mundiais da rede do EIT Health. As dez equipas com melhor desempenho poderão chegar à fase final e apresentar-se a um júri internacional.

Além dos prémios financeiros, os vencedores terão acesso ao apoio e potencial networking junto de investidores integrados na Rede de Investidores do EIT Health, bem como na rede EIT Health’s Living Labs e Test Beds.

Além dos 15 semifinalistas, o EIT Health prestará apoio de mentoria a mais 20 startups, com valor de 4.000 €. Saiba mais sobre os EIT Health InnoStars Awards e conheça os projetos selecionados em https://eithealth.eu/project/innostars-awards.
(Teksapo)

Desenvolvido por: Suporte Informatica