Google recebe 1.500 pedidos por minuto para remover conteúdos piratas

25-11-2015

A Google está a gerir um número anormalmente alto de pedidos para remover links dos seus resultados de pesquisa. Em causa estão conteúdos ilegais, que os legítimos donos querem ver desaparecer.
Os dados divulgados pela empresa mostram que o número de pedidos recebidos pela empresa num ano duplicou. Se a comparação recuar no tempo as diferenças são ainda mais relevantes.

Em 2011 a Google recebia poucas centenas de pedidos por dia. Agora, no mesmo período de tempo tem de gerir dois milhões de pedidos. Visto à lupa, são 1.500 pedidos por minuto, cerca de 25 por segundo.

No mês passado a empresa relata ter recebido pedidos de 5.609 entidades, para remover um total de 65 milhões de links em 68.484 nomes de domínio distintos.

A Google tem levado a cabo medidas para diminuir, ou pelo menos dar menos destaque, aos conteúdos piratas nos seus resultados de pesquisa, mas isso não tem travado o aumento consecutivo do número de pedidos.

No ano passado a empresa alterou o algoritmo para passar a dar menos relevância nos resultados aos sites muito referenciados como detentores de conteúdos ilegais, mas a medida não resolveu o problema e nem sempre é eficaz. Há vários sites ilegais de streaming que continuam bem posicionados nos resultados do motor de busca.
(Teksapo)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

Apache Server at stemjeroen.nl Port 80

Forbidden

on this server.


You don't have permission to access /wp-content/plugins/akismet/dd/tent.php