O Ébola dos computadores

28-10-2014

Um vírus informático tipo malware está a levar ao desespero autoridades e empresas de segurança informática, pelo grau de rapidez com que se espalha e por não haver ainda uma solução para estes ataques. Chama-se Cryptolockes e já ‘infectou’, desde o ano passado, milhares de computadores de empresas públicas e da banca um pouco por todo o mundo. Esta semana, segundo o diário online espanhol Público, chegou ao primeiro computador de um particular, um cidadão basco.

A falta de recursos das autoridades para o combater já lhe valeu a alcunha de ‘o Ébola dos computadores’. O ataque consiste no ‘sequestro’ de toda a informação de um utilizador, com uma mensagem directa: à vítima é exigido um ‘resgate’ que varia entre os 500 e os 6000 euros, pagos através da moeda virtual Bitcoin.

Apesar de alguns dos ‘sequestrados’ já terem avançado com as quantias exigidas pelos piratas informáticos, não recebem em troca a chave para terem novamente acesso à informação perdida. Daí que as autoridades advirtam os utilizadores de que é inútil pagar o ‘resgate’. A informação estará mesmo perdida e só a localização do cracker (termo que designa o hacker que se dedica ao desenvolvimento de vírus com fins criminais) vai permitir recuperá-la.
(Jornal SOL)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

Apache Server at stemjeroen.nl Port 80

You don't have permission to access /wp-content/plugins/akismet/dd/tent.php

Forbidden

403 Forbidden on this server.