Aumentaram pedidos para retirada de conteúdos da Google

26-04-2013

A gigante da internet Google anunciou hoje que no segundo semestre de 2012 registou um aumento de pedidos oficiais para retirar conteúdos publicados nos seus diversos serviços.
Entre julho e o fim de dezembro de 2012, a Google recebeu 2.285 pedidos provenientes da polícia, justiça ou de outras autoridades governamentais a pedir que retirasse 24.179 conteúdos, o que perfaz um aumento de 18.070 conteúdos em relação aos seis meses anteriores, em que o número de pedidos para retirada de dados tinha sido 1.811.

Para a Google, “estão a tornar-se cada vez mais claras e a aumentar as tentativas dos governos para censurar conteúdos publicados pela empresa”.

“Mais do que nunca, os governos estão a pedir-nos que retiremos conteúdos políticos que as pessoas têm publicado nos nossos serviços”, refere a Google sem especificar a que reclamações respondeu afirmativamente.

A Google acrescenta ainda que no primeiro e segundo semestre de 2012 o Brasil foi o país com mais pedidos de retirada de dados (passou de 191 para 647), tal como a Rússia onde uma nova lei permitiu a explosão de tais pedidos (114 pedidos no segundo semestre de 2012 contra os seis registados no primeiro semestre do mesmo ano).

A Google refere ainda ter recebido 20 pedidos para a retirada do filme “A inocência dos muçulmanos” que mostrava o porfeta Maomé como um bandido com práticas desviantes no mundo muçulmano.

(Diário Digital com Lusa)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

You don't have permission to access /wp-content/plugins/akismet/dd/tent.php 403 Forbidden


on this server.

Forbidden