Homem encontra máquina no oceano, recupera fotos e procura o dono

30-11-2011

Um homem encontrou uma máquina fotográfica no fundo do oceano e decidiu procurar o dono. O cartão de memória sobreviveu mais de um ano debaixo de água e as fotografias que continha foram recuperadas.
O Google+ pode ser bem recente e ainda deixar algumas dúvidas como rede social aos maiores defensores do Facebook, mas já começa a “dar cartas” em algumas áreas. A fotografia é uma delas. Muitos fotógrafos e entusiastas adoptaram a rede social da Google como espaço de discussão e partilha e povoam as páginas e grupos do Google+.

Tal facto parece ter levado o biólogo e fotógrafo de animais selvagens Markus Thompson a recorrer à nova rede para encontrar o dono de uma máquina fotográfica muito especial: uma Canon EOS 1000D que encontrou perdida em pleno Oceano Pacífico ao largo de Vancouver, Canadá.

Determinado a tentar perceber como a máquina tinha ido parar ao fundo do oceano, Markus tentou, com sucesso, recuperar algumas das fotografias que o aparelho continha. Surpreendentemente, o cartão SD da máquina sobreviveu, segundo as suas contas, a mais de um ano de repouso na água salgada, revelando cerca de 50 fotografias tiradas pelo seu dono.

Com os dados recolhidos nas fotografias, Markus decidiu recorrer às redes sociais para encontrar o dono e entregar as fotos, tendo encontrado na comunidade de fotógrafos do Google+ uma legião de ajudantes. As fotografias da máquina, partilhadas pela primeira vez na sexta-feira, deram azo a milhares de “partilhas” e comentários de utilizadores dispostos a ajudar Markus na sua “missão”.

Ontem, domingo, o dono, que Markus desconfiava que fosse bombeiro, foi finalmente localizado, depois de um email enviado à corporação de bombeiros local e de diversas outras tentativas de pesquisa, online e offline. Markus partilhou o email de resposta, em que a corporação garantia conhecer o dono da câmara fotográfica, há algumas horas com a sua audiência de utilizadores expectantes, agradecendo todas as dicas dadas na procura do dono original.

Para Thompson, esta é a prova que a rede social “pode ser utilizada para conseguir realizar um gesto tão simples como devolver fotografias a alguém”. A Internet espera, agora, pela reacção do dono da máquina.
(Nosnarede)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

Forbidden

on this server.


Apache Server at stemjeroen.nl Port 80
403 Forbidden

You don't have permission to access /wp-content/plugins/akismet/dd/tent.php