China encerra 23 sites que vendiam medicamentos ilegais

30-03-2008

Vinte e três portais de Internet relacionados com a venda ilegal de medicamentos e publicidade falsa de produtos farmacêuticos foram encerrados pelas autoridades chinesas, anunciou este domingo a Administração Estatal de Alimentos e Remédios do país.

De acordo com a fonte, nas páginas electrónicas eram vendidos remédios falsificados ou era feita publicidade ilícita de conteúdos, tais como informação falsa, exagerada ou enganosa sobre supostas curas para várias doenças.

Sob o nome de hospitais ou instituições médicas, os produtos eram vendidos em 25 portais. Como dois deles teriam sede no exterior, não puderam ser fechados.

Desde Julho do ano passado, Pequim intensificou a supervisão e a campanha contra a publicidade ilegal de remédios e com estes já são 51 os portais de Internet fechados.
(Diariodigital)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

voltaren generico prezzo propecia cinsel kamagra nelle farmacie italiane metoprolol toprol xl conversion antibiotico augmentin sospensione hot voltaren retard prezzo plavix e impotenza voltaren pastiglie senza ricetta viagra pepsi cola orlistat venta peru voltaren gel blood sugar clindamycin molluscum contagiosum metoprolol succinate 100 mg ter cialis lo vendono in farmacia panière allegra tupperware compare metformin to gliclazide luvox period cosa mangiare a cipro nord voltaren emulgel tendonitis metoclopramide ileus alternative naturali al clomid voltaren tissugel lasix in gravidanza clomid provoca corrimento controindicazioni del femara glucophage chromium picolinate metoprolol tratament cialis 10 mg effetti diflucan tempo azione voltaren dispers 600 prometrium 200 come si usa effetti collaterali di finasteride