Empresa retira da Internet filme que critica o Corão

26-03-2008

A Network Solutions bloqueou o site sobre o filme «Fitna», que critica o livro sagrado para os muçulmanos, o Corão, após ter recebido queixas sobre o conteúdo da página.

O objectivo é investigar se o site viola a sua política de uso, já que a curta-metragem, de 15 minutos, mostra como o Corão está a ser usado para que os muçulmanos ajam de forma violenta e anti-democrática, baseando-se nos seus versos.

O filme é da autoria do deputado holandês Geert Wilders, líder do Partido da Liberdade (PVV), que, contudo, não recebeu o apoio da maioria no Parlamento ou do Governo, o que levou a que «Fitna» ficasse disponível apenas online.

As televisões holandesas também se recusaram a transmitir a curta-metragem, porque Wilders exigia que fosse exibido na íntegra e sem cortes.

O anúncio de que o filme iria ser emitido na Internet colocou o governo holandês numa encruzilhada, levando a que fossem intensificados os contactos internacionais no mundo muçulmano, para evitar reacções negativas, como as que ocorreram após a publicação das caricaturas de Maomé por um jornal dinamarquês.
(Diariodigital)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

voltaren generico prezzo propecia cinsel kamagra nelle farmacie italiane metoprolol toprol xl conversion antibiotico augmentin sospensione hot voltaren retard prezzo plavix e impotenza voltaren pastiglie senza ricetta viagra pepsi cola orlistat venta peru voltaren gel blood sugar clindamycin molluscum contagiosum metoprolol succinate 100 mg ter cialis lo vendono in farmacia panière allegra tupperware compare metformin to gliclazide luvox period cosa mangiare a cipro nord voltaren emulgel tendonitis metoclopramide ileus alternative naturali al clomid voltaren tissugel lasix in gravidanza clomid provoca corrimento controindicazioni del femara glucophage chromium picolinate metoprolol tratament cialis 10 mg effetti diflucan tempo azione voltaren dispers 600 prometrium 200 come si usa effetti collaterali di finasteride