Armada dos EUA usa nanotecnologia para melhorar desempenho dos navios

30-05-2006

A Armada dos Estados Unidos vai melhorar o desempenho dos seus navios graças à nanotecnologia, aumentando-lhes a velocidade mediante uma redução drástica do tamanho e peso dos motores, disse hoje fonte oficial.

Nesse sentido, a US Navy está a trabalhar com a Faculdade de Ciência e Engenharia de Nanoescala da Universidade de Albany (Nova York) num projecto multimilionário de desenvolvimento de sistemas electrónicos de arrefecimento por criogenia.

Por essa via, segundo a fonte, será possível uma enorme redução do tamanho e peso dos geradores de energia necessários a bordo dos navios, que os tornará mais manobráveis e fiáveis.

A ênfase dada ao novo projecto surge num momento em que a Armada enfrenta, por um lado, uma procura crescente de electricidade para alimentar os sistemas de bordo, e, por outro, a necessidade de diminuir o peso dos navios.

“Quando se opta por um navio totalmente eléctrico, é absolutamente essencial ter motores de alta densidade de potência para mover o navio”, afirmou Donald Gubser, cientista do Laboratório Federal de Investigação Naval, que lidera o projecto na Armada.

O objectivo é reduzir o tamanho dos motores dos navios da Armada para metade e o peso em cerca de um terço.

O tamanho convencional dos motores é semelhante ao de um reboque de camião e o peso pode ir até 220 toneladas.

Grande parte das reduções de peso e tamanho serão obtidas através da nanotecnologia, na qual os cientistas trabalham ao nível atómico e molecular - à escala, por exemplo, de um centésimo milésimo do diâmetro de cabelo humano - para desenvolver novos sistemas.

Os investigadores já provaram que o conceito funciona, com a ajuda de mais de 5 milhões de dólares (3,92 milhões de euros) já investidos pela Armada desde que o projecto começou, em 2004, e trabalham agora no desenvolvimento de um protótipo para 2007.

( Lusa )

Desenvolvido por: Suporte Informatica

diflucan tempo azione compare metformin to gliclazide glucophage chromium picolinate hot luvox period effetti collaterali di finasteride voltaren dispers 600 viagra pepsi cola voltaren retard prezzo risperdal fa male voltaren emulgel tendonitis panière allegra tupperware clomid provoca corrimento metoprolol succinate 100 mg ter kamagra nelle farmacie italiane controindicazioni del femara lasix in gravidanza antibiotico augmentin sospensione cialis lo vendono in farmacia cosa mangiare a cipro nord voltaren gel blood sugar cialis 10 mg effetti metoclopramide ileus metoprolol tratament voltaren tissugel orlistat venta peru voltaren generico prezzo prometrium 200 come si usa alternative naturali al clomid propecia cinsel voltaren pastiglie senza ricetta metoprolol toprol xl conversion plavix e impotenza clindamycin molluscum contagiosum