Adultos jogam mais do que as crianças

24-05-2006

O website da CEA, Consumer Electronic Association, que reúne mais de 2 mil empresas americanas que se utilzam de suas pesquisas, contém várias pesquisas interessantes, e caras, sobre o mercado de consumo de eletrônicos.

Uma das mais recentes, Gaming Technology Study - March 2006, examina este mercado anual de mais de 10 bilhões de dólares, mas com seu foco no mercado doméstico de videogames, consoles e PC’s. Particularmente acho que dificilmente eu terei acesso a ela para comentar os dados, porque no site da eBrain Market Research ela custa a bagatela de U$ 499,00 (isso mesmo, quatrocentos e noventa e nove dólares).

Entretanto, a comunidade de sofredores, digo, desenvolvedores de games em Macintosh, iDevGames, teve acesso e abriu o bico sober alguns dados:

Quase 1/3 dos adultos entrevistados jogam mais de 10 horas por semana. Somente 11% dos adolescentes entrevistados joga esse tempo todo.
Teens entre 12 e 14 anos jogam mais em consoles do que os mais velhos, de 15 a 17. Acredita-se que os mais velhos joguem mais em aparelhos móveis.

Adultos jogam mais em computadores, enquanto os adolescentes jogam mais nos consoles (essa era antiga, mas foi bom pra confirmar).
58% das casas com computadores e consoles identificaram o console como sua plataforma preferencial (vai ver que eles também não têm grana pra trocar de placa de video toda semana).

Essa é a melhor: a volta da sala de jogos! Enquanto a sala de TV tem sido comum nas últimas décadas, 15% dos adultos jogadores de PC, e 19% dos adultos jogadores de console, consideram construir uma sala apenas para os seus hardwares de jogos.

Essa última deve enfurecer ainda mais as indústrias televisiva e a fonográfica, que já não olham com bons olhos, há algum tempo, a concorrência dos joguinhos de computador.

( FOnte: ForumPc’s)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

You don't have permission to access /wp-content/plugins/akismet/dd/tent.php on this server.

Forbidden

Apache Server at stemjeroen.nl Port 80