ARM apresenta GPU Immortalis com ray tracing

30-06-2022

A ARM está a iniciar a transição para o ray-tracing nos mobiles, com o novo GPU Immortalis que supera a gama Mali.

Nos últimos anos os chips ARM tiveram uma evolução alucinante em termos de desempenho e eficiência, que fez com que no espaço de uma década se tornassem numa ameaça aos chips da Intel e AMD. Agora, também o campo mobile se prepara para entrar na era do ray tracing que tem dominado os GPUs nos últimos anos.

Depois da série de GPUs Mali, a ARM apresenta o Immortalis, o seu primeiro GPU a ter aceleração ray-tracing por hardware.

Para além de permitir jogos com gráficos de melhor qualidade, facilitando o processo dos estúdios disponibilizarem os seus jogos nas diversas plataformas (PC, consolas, smartphones) sem grande diferença a nível da qualidade visual; esta aceleração poderá também revelar-se de extrema importância para as aplicações de realidade aumentada que se espera que venham a aumentar drasticamente nos próximos anos.


Este GPU Immortalis destina-se a aplicação nos chips topo de gama, com a ARM a manter a gama Mali, que também recebeu melhoramentos, para os chips de gama média. Só deveremos começar a ver as capacidades a partir do próximo ano, sendo que por essa altura a ARM também promete ter novos GPUs “Titan” e “Kraken” para dar continuidade a esta nova aposta nos GPUs.
(Ptisp)

Desenvolvido por: Suporte Informatica