Extensões do Chrome usadas para fingerprinting

23-06-2022

As extensões que se usam no Chrome podem ser usadas para ajudar a individualizar os utilizadores, ultrapassando os cookies.

Enquanto os cookies ainda vão sendo o centro da questão a nível do tracking online, a verdade é que na selva do tracking na web existem muitas outras técnicas mais criativas que foram sendo desenvolvidas para tentar identificar utilizadores. O “fingerprinting” consiste em identificar detalhes sobre o utilizador, o browser, ou equipamento utilizado, como forma de compilar informação que o diferencie de outras pessoas. E agora, também as extensões instaladas no Chrome podem contribuir para essa identificação.

Há extensões no Chrome que podem revelar publicamente que estão instaladas, mas esta nova técnica consegue até detectar extensões que usam métodos que tentam evitar essa descoberta, usando um sistema que analisa o tempo de resposta para detectar se a extensão estará instalada ou não. Uma técnica que podem testar vocês mesmo dando um salto a este site de demonstração do processo.

Por exemplo, no meu caso, a combinação de extensões que foram detectadas no meu Chrome permite que um site me diferenciasse dos demais visitantes sabendo que fazia parte de um universo de apenas 0.004% de pessoas que usa a mesma combinação.

Claro que no caso de apenas usarem uma única extensão popular esse nível de identificação seria mais reduzido, mas serve como exemplo de como a questão do tracking irá permanecer muito depois de se terem abolido os cookies.
(Ptnik)

Desenvolvido por: Suporte Informatica