Meta estaria a investigar alegados usos ilegais de recursos por Sheryl Sandberg

15-06-2022

Recentemente a Meta confirmou a saída de Sheryl Sandberg da empresa, que ocupava o cargo de COO da mesma praticamente desde os primeiros anos do Facebook. No entanto, a empresa pode agora estar agora a realizar uma investigação sobre a mesma.

De acordo com o portal Wall Street Journal, a Meta encontra-se a investigar se Sheryl Sandberg se terá apropriado indevidamente de recursos da Meta. A investigação já se encontra a decorrer faz alguns anos, e pretende analisar a forma como Sheryl Sandberg teria usado os recursos da empresa para os mais variados fins, incluindo pessoais, sem autorização.

Quando Sandberg anunciou a saída da empresa, algumas fontes apontavam que a Meta estaria a analisar se esta teria usado recursos da mesma para planear o seu futuro casamento. No entanto, agora sabem-se mais detalhes sobre esta investigação, e em como a mesma não se foca apenas nas atividades recentes, mas é algo que dura faz já alguns anos.

Um dos focos da análise encontra-se sobre como Sandberg pode ter usado os fundos da empresa para a sua própria entidade, a Lean In, bem como para ajudar no lançamento do seu livro, “Option B”.

Também se encontra a ser realizada a investigação sobre se os fundos da Meta podem ter sido usados para encobrir histórias relacionadas com o antigo parceiro, o CEO da Activision, Bobby Kotick.

A Meta, até ao momento, não deixou qualquer comentário relativamente a estas investigações e descobertas.

Desenvolvido por: Suporte Informatica