Microsoft, Google e Delta lideram ranking das Marcas Mais Fortes

7-05-2022

A Consultora OnStrategy apresenta os resultados do estudo Brand Energy ™ (Força e Energia) das marcas em Portugal.

Este trabalho é desenvolvido em conformidade com a certificação das normas ISO20671 (avaliação de estratégia e força) e ISO10668 (avaliação financeira), e avalia mais de 200 marcas em seis dimensões: relação emocional e comportamental, reputação, experiência, presença e atividade no mercado, força da equipa de colaboradores e saúde financeira.

Pedro Tavares (Partner e CEO da OnStrategy) refere que “Mais uma vez, verificámos que o cenário de pandemia pressionou muito as marcas e não é raro encontrar marcas que têm indicadores fortes ao nível da reputação (perceção) e mais fracos no que respeita à experiência (realidade) o que se traduz em problemas associados a produto, serviço ou inovação, ou o contrário em que a reputação é inferior à experiência e como tal a evidência aponta para problemas de comunicação (pressão ou escolha dos touchpoints corretos), o que em ambos os casos tem como consequência uma quebra nos indicadores de relação emocional e comportamental, nos resultados da atuação no mercado e ainda na saúde financeira.”

Numa escala de 100 pontos, existem 2 marcas com uma avaliação excelente (mais de 80 pontos) e 54 marcas com uma avaliação robusta (entre 70 e 80 pontos), destacando-se as 3 marcas mais fortes:
  1. MICROSOFT (81,3 pts).
  2. GOOGLE (80,2 pts).
  3. DELTA (78,2 pts).
Setorialmente, foram analisadas marcas de mais de 40 indústrias, e as que registam o melhor Índice de Energia e Força nas principais indústrias são:
  • PSI 20: EDP (71,0pts).
  • Holdings: JERÓNIMO MARTINS (69,7pts).
  • Banca: BPI (63,9pts).
  • Sistemas de Pagamento: MULTIBANCO (74,0pts).
  • Seguros: FIDELIDADE (65,0pts).
  • Energia: EDP (71,0pts).
  • Tecnologia: MICROSOFT (81,3pts).
  • Apps: ZOOM (69,8pts).
  • Multimedia: YOUTUBE (70,4pts).
  • Telecomunicações: VODAFONE (69,0pts).
  • Retalho Alimentar: PINGO DOCE (72,0pts).
  • Retalho Tecnologia e Online: AMAZON (72,3pts).
  • Retalho Lar: IKEA (68,8pts).
  • Retalho Bricolage e Acessórios: LEROY MERLIN (67,7pts).
  • Retalho Saúde e Bem Estar: FARMÁCIAS PORTUGUESAS (76,8pts).
  • Retalho Têxtil: ZARA (64,8pts).
  • Retalho Restauração: MCDONALD’S (75,0pts).
  • Retalho Desporto: SPORT ZONE (64,5pts).
  • Alimentação e Bebidas: DELTA (78,2pts).
  • Higiene Pessoal: L’OREAL (73,8pts).
  • Higiene do Lar: FAIRY (68,7pts).
  • Saúde e Bem Estar: GERMANO DE SOUSA (70,0pts).
  • Farmacêuticas: PFIZER (75,6pts).
  • Viagens e Lazer: PESTANA (68,2pts).
  • Mobilidade: VIA VERDE (68,5pts).
  • Automóveis: MERCEDES (74,8pts).
  • Produtos Industriais: NAVIGATOR (70,4pts).
  • Construção e Engenharia: MOTA ENGIL (59,9pts).
  • Serviços Profissionais: CTT (70,6pts).
  • Jogos e Entretenimento: LEGO (75,3pts).
  • Desporto: ADIDAS (75,1pts).
  • Luxo: LOUIS VUITTON (74,4pts).
  • Acessórios de Moda: SWATCH (66,9pts).
Quanto às marcas que mais cresceram o indicador de Força e Energia de marca de um ano para o outro, destacam-se nos setores de maior relevância para o desenvolvimento económico do país:
  • Bankinter (+7pts) – banca.
  • Generali (+7pts) – seguros.
  • Iberdrola (+6pts) – energia.
  • Samsung (+4pts) – tecnologia.
  • RTP e Netflix (+5pts) – media e telecom.
  • Leroy Merlin (+3pts) – retalho.
  • Super Bock (+4pts) – alimentos e bebidas.
  • Pfizer, Farmácias Portuguesas e Lusíadas Saúde (+4pts) – saúde e farmacêutica.
  • Mota Engil (+5pts) – construção e engenharia.
  • Navigator (+4pts) – produtos industriais.
  • Tesla (+8pts) – automóvel.
  • CP (+3pts) – transportes.
  • Vila Galé (+6pts) – viagens, turismo e lazer.
  • (ITO)

Desenvolvido por: Suporte Informatica