Apple anuncia programa para que você conserte seu próprio iPhone em casa

19-11-2021

Dos anúncios feitos pela Apple em 2021, certamente, este é o mais inusitado: nesta quarta-feira (17), a companhia revelou o Self Service Repair, programa que oferecerá ferramentas, componentes e orientações para que o próprio usuário conserte um iPhone danificado, desde que tenha habilidades para isso.

O programa será oferecido a partir de 2022, começando pelos Estados Unidos. Outros países serão atendidos no decorrer do mesmo ano.

Na fase inicial, a iniciativa oferecerá os recursos necessários para que o usuário troque os componentes mais demandados, como tela, bateria e módulo de câmera. Até o final do próximo ano, outros componentes serão adicionados à lista dos que podem ser trocados pelo próprio usuário.

É claro que o Self Service Repair é direcionado apenas a pessoas aptas a realizar esse tipo de procedimento. Para os demais casos, as lojas da empresa e os Centros de Serviço Autorizado Apple (AASPs) continuam disponíveis para reparos.

Para quem optar por realizar reparos em casa, a Apple oferecerá mais de 200 peças e ferramentas originais na loja online do programa. Para evitar decisões equivocadas, o usuário será orientado a ler o manual de reparo antes de fazer a encomenda.

Um detalhe importante: os clientes que enviarem as peças descartadas à Apple para reciclagem receberão créditos que poderão ser descontados no valor da compra. A tabela de preços ainda não foi divulgada, porém.

É válido destacar que o conserto por conta própria não invalida a garantia do iPhone, com possível exceção para danos causados durante o procedimento.
Programa é útil, mas tem restrições

O Self Service Repair chama a atenção, mas tem as suas limitações. Para começar, nem todas as peças serão fornecidas na fase inicial, como já informado. Mas a restrição mais importante é esta: o programa é válido somente para as linhas iPhone 12 e iPhone 13.

A Apple planeja expandir a iniciativa, mas não para outros iPhones. O plano da companha para uma fase futura é permitir que o Self Service Repair também ofereça peças e ferramentas para reparo de Macs baseados em chips M1.
(Tecnoblog)

Desenvolvido por: Suporte Informatica