Canon processada por obrigar a usar tinteiros para fazer scan

18-10-2021

A Canon encontra-se a ser processada nos EUA por alegadamente bloquear o uso do scanner de algumas das suas multifunções quando os tinteiros da mesma se encontram vazios ou ausentes.

O caso encontra-se a ser julgado nos EUA, onde David Leacraft, um cliente da empresa, levou a ação para tribunal, alegando que a Canon se encontra a realizar falsa publicidade dos seus produtos e a tentar obter lucros de forma injusta dos seus clientes.

O caso diz respeito concretamente ao modelo da impressora Pixma MG6320, mas o mesmo indica que pode ocorrer com outros modelos também. A acusação afirma que a impressora “all in one” se recusa a realizar o scan de documentos quando os tinteiros se encontram vazios.

Obviamente, realizar o scan de um documento não exige o uso dos tinteiros de nenhuma forma, mas a impressora ainda assim recusa-se a realizar a ação. A argumentação será que a impressora ainda deve realizar ações que sejam consideradas fundamentais mesmo quando os tinteiros não estejam disponíveis – como é o caso de scan e envio de fax.

A acusação afirma mesmo que a impressora não tinha sido adquirida se a empresa revelasse que iria ser necessário tinteiros para usar uma funcionalidade básica da mesma, e até não relacionada com a tarefa de impressão propriamente dita.

De notar que este não é um problema novo. Na verdade, pelo menos desde 2016 existem clientes que relatam problemas similares, onde as impressoras da Canon deixam de permitir funcionalidades básicas quando os tinteiros estão vazios, mesmo que as tarefas não necessitem dos mesmos.

Existem também relatos da própria Canon a incentivar os utilizadores a usarem todos os tinteiros da impressora, até mesmo quando apenas se necessita de cores a preto e branco, para evitar “danos”.

Basicamente, o caso assenta sobre o facto que a Canon encontra-se praticamente a forçar os utilizadores a comprarem tinteiros para usarem muitas das funcionalidades das impressoras, mesmo que essas não necessitem desse acessório de todo. Isto é ainda mais problemático tendo em conta que a maioria dos tinteiros não dura para sempre – normalmente possuem uma validade de dois a três anos.

Ou seja, mesmo quem apenas utilize a impressora para fazer o scan de documentos, ainda assim pode vir a ter problemas no futuro quando os tinteiros passarem os seus prazos de validade.

Até ao momento a Canon não deixou qualquer comentário relativamente a este caso.
(TT)

Desenvolvido por: Suporte Informatica