Será uma boa altura para comprar uma Televisão?

10-10-2021

Se estás à espera de comprar uma TV na esperança de que o preço baixe, provavelmente já notaste que o oposto está a acontecer.

Muitas TVs (e outros eletrónicos) têm visto grandes aumentos de preços nos últimos seis meses. O que está a acontecer?

Os fabricantes de TV estão a aproveitar o COVID para ganhar mais algum dinheiro? Ou a escassez relatada nas cadeias de suprimentos está realmente a levar a preços mais altos de componentes de TV? E quando os preços vão voltar ao normal?

Embora nem todas as TVs tenham visto grandes aumentos de preços, modelos menos caros de marcas como Hisense e TCL têm sido especialmente suscetíveis a mudanças.

Existem múltiplos fatores que estão a afectar com o preço das TVs. O que definie a maior parte do preço da TV são o preço dos componentes e os custos de transporte e ambos têm aumentado em toda a categoria nos últimos seis meses.

Uma TV é feita de componentes, e um número significativo desses componentes tem que ser enviado da Ásia, logo aí custos de transportes mais elevados.

Os custos de compra de silício bruto, ingrediente base em todos os microchips, aumentaram mais de 100% em 2021. Parte desse custo adicional vem do aumento dos preços da mão-de-obra, um efeito colateral do COVID-19 que está a afetar as indústrias que vão desde cuidados de saúde até transporte.

Uma lista de componentes e materiais eletrónicos vitais, como circuitos integrados, cobre, estruturas de chumbo e chips de gestão de energia, têm tido aumentos de preços de 10% a 50% em 2021.

Outro problema é a escassez dos microchips e agora há também uma escassez de painéis LCD, especialmente em formatos maiores.

Os painéis LCD podem muitas vezes corresponder a mais de dois terços do custo de fabricação de uma TV.

A indústria naval global parece estar em estado de crise. Enormes engarrafamentos nos portos criaram estacionamentos marítimos, com dezenas de navios de contentores ancorados em portos enquanto aguardam pacientemente pela sua vez para serem descarregados para que possam retomar as rotas programadas. Isso fez os custos de transporte de carga oceânicos triplicarem.

Os preços mais altos são uma situação temporária? Vão voltar ao normal assim que o COVID aliviar? A verdade é que não é certo vermos preços em nível pré-pandemia na indústria de TV devido à consolidação dos fabricantes de painéis. Ainda assim, preços mais baixos podem vir a acontecer antes do final do ano.

A TSMC é a maior fabricante de semicondutores do mundo, e espera-se que aumente os custos num futuro próximo. A TSMC conta com pesos pesados como Apple, Nvidia e AMD entre os seus clientes. E embora esses jogadores não possam projetar chips para o mercado de TVs, o terceiro maior cliente da TSMC, mediaTek, faz.

Produz os chips que alimentam 70% das smart TVs vendidas globalmente, de acordo com o site da empresa. Os chips MediaTek podem ser encontrados em TVs da Samsung, TCL, Sony e Hisense, entre outros.

Por isso não temos certeza de quando, se alguma vez, podemos voltar aos preços que vimos no final de 2019 ou início de 2020.

Não há, neste momento, um melhor período para se comprar uma TV. É aproveitar talvez as promoções e vêm aí algumas!
(Ito)

Desenvolvido por: Suporte Informatica