Google recupera pinturas de Gustav Klimt com ajuda do Machine Learning

8-10-2021

Poucos artistas gozam de fama mundial como Gustav Klimt. A nova retrospectiva online “Klimt vs. Klimt - The Man of Contradictionsno Google Arts & Culture destaca a vida e o trabalho eclético do artista. Uma experiência de Machine Learning deu cor a fotografias de pinturas perdidas de Klimt, enquanto uma Pocket Gallery” traz alguns dos seus trabalhos mais icónicos para a sua sala de estar em Realidade Aumentada e 3D. Juntamente com mais de 120 histórias sobre a sua arte e personalidade, um tour virtual ao seu estúdio e muitos destaques das coleções de mais de 30 instituições culturais em todo o mundo, “Klimt vs. Klimt constitui uma das experiências online mais abrangentes sobre o artista.

O legado de Klimt levanta muitas questões não resolvidas, principalmente devido ao facto de aproximadamente 20% das suas obras de arte se terem perdido ao longo da história. Entre as perdas mais proeminentes e dolorosas estão as chamadas Pinturas da faculdade, criadas para a Universidade de Viena e depois rejeitadas por serem excessivamente críticas em relação à ciência. Em 1945, poucos dias antes do fim da Segunda Guerra Mundial, as pinturas perderam-se num incêndio no Castelo de Immendorf, na Áustria. A aparência destas grandes obras só poderá ser imaginada a partir de fotografias a preto e branco tiradas no início de 1900, incapazes de transmitir a magia que torna as obras de arte de Klimt tão cativantes - as cores ousadas, a abordagem revolucionária das texturas, a chocante franqueza das suas figuras . Até hoje.

Recorrendo às oportunidades proporcionadas pelo Machine Learning, melhorado com o conhecimento do especialista em Klimt de renome internacional e curador do Belvedere, Dr. Franz Smola, a equipa do Google Arts & Culture Lab foi capaz de reconstruir as cores que Klimt poderia ter usado para as Pinturas da faculdade restaurando-lhes a beleza da cor. Pela primeira vez em 70 anos, as pessoas podem olhar para estas obras de arte com as cores que ele poderia ter usado.

Viva a arte de Klimt através de novas formas, on-line
As pinturas são a verdadeira peça central de “Klimt vs. Klimt”. A retrospectiva reúne mais de 120 das obras-primas mais famosas do artista, bem como obras menos conhecidas, e reúne uma seleção habilmente curada numa realidade aumentada imersiva e 3D Pocket Gallery. Isto foi possível graças a uma colaboração entre o Google Arts & Culture e mais de 30 parceiros e instituições - entre eles o Belvedere, o Albertina, a Klimt Foundation, a Neue Galerie New York e o Metropolitan Museum of Arts. Mais de 60 obras-primas de Klimt também foram registadas em ultra alta resolução com a Art Camera da Google. Aproxime-se para ver “O Beijo” como nunca antes foi possível!
A AR/3D gallery permite uma imersão completa no trabalho de Gustav Klimt’s numa experiência de exibição única.
Em mais de 120 histórias, os aficionados de Klimt podem familiarizar-se com a sua arte, incluindo os seus muitos retratos.
Eles podem passear pelo estúdio final do pintor e traçar como Klimt, ele mesmo bastante tímido, se tornou no pioneiro do movimento revolucionário de arte Secessão vienense.
Descubra como o homem que dizem ter tido vários casos permaneceu fiel à sua companheira de toda uma vida, Emilie Flöge
Para explorar “Klimt vs. Klimt - The Man of Contradictions, visite g.co/klimtvsklimt ou descarregue a aplicação Google Arts & Culture gratuita para iOS ou Android.

(ITO)

Desenvolvido por: Suporte Informatica