Adquiriu uma licença do Windows em mercados “cinza”? Pode ter problemas em atualizar

8-10-2021

Numa tentativa de poupar na construção de um novo sistema, alguns utilizadores optam por usar na Licença do Windows uma que tenha sido adquirida de forma mais barata. As licenças oficiais do Windows fornecidas pela Microsoft podem bem ultrapassar os três dígitos, e é um dos motivos pelos quais as lojas de licenças no mercado “cinza” tem vindo tornar-se populares.

No entanto, se adquiriu uma licença deste género para o Windows 10, existe uma forte possibilidade de vir a ter problemas ao realizar o upgrade para o Windows 11.

O TugaTech já analisou como usar licenças de mercados “cinza” é uma prática ilegal, mas para quem pretenda agora realizar o upgrade pode vir a enfrentar mais problemas.

Existem relatos de utilizadores que adquiriram as suas licenças do Windows 10 em lojas deste formato, a um custo mais reduzido, e que estão agora a verificar problemas na ativação dos seus sistemas para o Windows 11.

Muitas das chaves fornecidas nas lojas de mercado “cinza” são chaves que não se destinam ao uso do público em geral – na maioria das vezes são licenças de volume ou de empresas que acabam por ser distribuídas na internet em geral.

No entanto, com a chegada da nova versão do Windows 11, alguns utilizadores que tinham estas chaves ativas estão agora a verificar problemas no upgrade, com o sistema a deixar de se encontrar licenciado após a instalação da mais recente versão do Windows.

Obviamente, a Microsoft não vai prestar suporte a este género de sistemas, deixando os utilizadores com poucas alternativas a não serem adquirir novamente uma chave.
(TT)

Desenvolvido por: Suporte Informatica