Há uma rua no Texas onde todas as casas foram impressas em 3D

24-09-2021

Esta é a primeira comunidade de casas impressas em 3D nos EUA que está pronta a receber habitantes. A construção torna as habitações mais resistentes ao fogo e a inundações.

Chama-se East 17th Street e fica no estado norte-americano do Texas. Tem tudo para parecer uma rua normal, mas tem um detalhe especial: todas as suas casas foram impressas em 3D.

As casas foram criadas pelo escritório de arquitectura Logan com a tecnologia de impressão 3D da ICON, que usou o seu sistema de construção Vulcan – neste processo, robôs de impressão 3D criam camadas de cimento em cima de superfícies estriadas, o que torna as casas muito resistentes a fenómenos meteorológicos extremos.

A impressão das casas foi em Março de 2021 e demorou apenas cinco a sete dias e a tecnologia ajuda agora a criar “casas mais seguras, mais resilientes que são desenhadas para suportar incêndios, inundações, vento e outros desastres naturais melhor que casas construídas de forma convencional”, afirma a ICON num comunicado.

Duas das habitações têm dois quartos enquanto as duas restantes têm quatro. As casas variam entre 83 e 185 metros quadrados. Todas as casas têm alpendres de frente cobertos, lugares de estacionamento cobertos e janelas grandes que deixam entrar muita luz solar.

Estas são as primeiras casas impressas em 3D nos EUA que estão prontas a acolher habitantes, segundo a ICON, mas há ainda outras comunidades de casas impressas em 3D nos planos no país.

A Mighty Buildings, que é especializada na criação destas casas anunciou que está a planear criar uma comunidade na Califórnia no valor de 15 milhões de dólares. Em 2018, esta indústria tinha um valor de mercado de 8 mil milhões de dólares, mas as previsões apontam para que esse valor chegue a 51 mil milhões em 2026.

Em Itália, foi também já impressa em 3D uma casa Bolonha, que é um exemplo pioneiro de construção de moradias sustentáveis e que quase atinge uma pegada de carbono zero. A habitação foi construída com matérias-primas locais e incorpora isolamento térmico, ventilação e colheita de água numa única estrutura.

.

Adriana Peixoto, ZAP //

Desenvolvido por: Suporte Informatica