Perseverance diz adeus a Citadelle depois de ter batido recorde a andar sozinho

17-09-2021

Após recolher, com sucesso, a sua segunda amostra de rocha marciana, o rover Perseverance está agora pronto para espreitar “novas paragens”. Também anda satisfeito por ter superado a sua marca pessoal em modo “auto-piloto”.

É com uma publicação no seu perfil do Twitter que o rover Perseverance dá conta que está de partida para novas paragens marcianas, num adeus a Citadelle, onde podemos dizer que foi muito feliz, ao conseguir recolher as ambicionadas amostras de rocha do planeta vermelho.

A semana passada começou com a confirmação do sucesso da recolha de uma primeira amostra e terminou com a notícia de idêntico sucesso de uma segunda tentativa, ilustrada por um rol de imagens “comprovativas”.

Desta vez, num tweet feito novamente na “primeira pessoa”, o rover fala num “até à próxima” a Citadelle, local onde recolheu as duas primeiras amostras, e em “ampliar a visão traseira” em direção à ultima paragem “mais à frente”.

Também dá conta de um novo recorde pessoal em condução auto piloto: 167 metros num dia.

Pelo que é indicado no tweet seguinte, o destino é South Séítah, por onde já andou o helicóptero Ingenuity e onde serão recolhidas novas amostras de rocha marciana.

A recolha de amostras rochosas é uma das prioridades na missão Mars 2020 que coloca todo o “músculo” da NASA em Marte e que envolve também a ESA, a agência espacial europeia. O objetivo é recolher pelo menos 35 amostras de rochas de várias unidades geológicas e superfícies diferentes.

O material recolhido pelo “laboratório ambulante” Perseverance será depois selado e guardado dentro do rover para ser trazido para Terra numa missão futura.

O rover chegou a Marte a 18 de fevereiro de 2021, depois de partir da Terra a 30 de julho de 2020, e tem andado a explorar a região de cratera Jazero, onde os cientistas estimam existir mais possibilidade de encontrar provas de vida anterior em Marte.
(Teksapo)

Desenvolvido por: Suporte Informatica