Alcool: Dúvidas sobre benefícios do consumo moderado - estudo

31-03-2006

O consumo moderado do álcool poderá não reduzir os riscos cardiovasculares, ao contrário do que sugerem anteriores investigações, conclui um estudo de uma equipa de investigadores norte-americanos e canadianos publicado nos Estados Unidos.


Vários estudos compararam a taxa de mortalidade de um grupo de indivíduos que deixaram de consumir bebidas alcoólicas por estarem doentes, debilitados ou sob medicação, com a de pessoas que tinham voltado a beber regularmente.

Embora os que consumiam até quatro copos por dia tivessem uma taxa de mortalidade mais fraca do que os abstémios, a diferença parece dever-se mais ao estado de saúde precária destes do que aos efeitos benéficos do álcool sobre os bebedores, segundo os investigadores.

“Estas conclusões devem convidar os médicos à prudência quando recomendam aos seus pacientes um consumo muito moderado de bebidas alcoólicas, já que, de acordo com a análise de muitos estudos, os benefícios do álcool parecem ser mais aparentes do que reais”, sublinhou Tim Stockwell, do centro de investigação sobre intoxicações alcoólicas da Universidade de Victoria, no oeste do Canadá.

Depois de analisaram 54 estudos realizados na América do Norte, Europa, Ásia e nas Caraíbas, os investigadores concluíram não poder confirmar os benefícios para a saúde do consumo moderado de álcool.

Considera-se consumo moderado de álcool a ingestão de entre dois e quatro copos por dia.

“Sabemos que pessoas mais idosas que bebem ocasionalmente (um ou dois copos por semana) estão melhores de saúde do que os da mesma faixa etária que não bebem, mas não necessariamente por essa razão”, assinalou Kaye Fillmore, da Universidade da Califórnia em São Francisco, co-autora do estudo.

O estudo foi proposto pelo cardiologista britânico Gerry Shaper e financiado sobretudo pela Fundação Australiana para a Educação e Reabilitação do Álcool (AAERS).

( Lusa )

Desenvolvido por: Suporte Informatica

voltaren generico prezzo propecia cinsel kamagra nelle farmacie italiane metoprolol toprol xl conversion antibiotico augmentin sospensione hot voltaren retard prezzo plavix e impotenza voltaren pastiglie senza ricetta viagra pepsi cola orlistat venta peru voltaren gel blood sugar clindamycin molluscum contagiosum metoprolol succinate 100 mg ter cialis lo vendono in farmacia panière allegra tupperware compare metformin to gliclazide luvox period cosa mangiare a cipro nord voltaren emulgel tendonitis metoclopramide ileus alternative naturali al clomid voltaren tissugel lasix in gravidanza clomid provoca corrimento controindicazioni del femara glucophage chromium picolinate metoprolol tratament cialis 10 mg effetti diflucan tempo azione voltaren dispers 600 prometrium 200 come si usa effetti collaterali di finasteride