Quadro digital substitui os de giz e quer que professores continuem a olhar para os alunos enquanto escrevem

3-04-2021

Quadro digital substitui os de giz e quer que professores continuem a olhar para os alunos enquanto escrevem

O eGlass é um quadro transparente e iluminado, equipado com uma câmara, que tanto pode ser utilizado na sala de aula como através de uma chamada de videoconferência.

O formato digital também já chegou aos clássicos quadros negros escolares a giz ou marcadores, que obrigam os professores a virarem costas aos alunos enquanto escrevem notas. Nos Estados Unidos, os professores têm manifestado alguma dificuldade em manter os alunos atentos e envolvidos, tanto nas salas de aula presenciais, como nesta nova realidade de ensino à distância. E a confirmar, estudos mostram que perder o contacto visual e pistas não verbais tem impacto direto na retenção de informação pelos alunos.

Nesse sentido, o eGlass é um quadro digital, com uma superfície de escrita transparente e iluminada, com uma câmara embutida. Os professores e instrutores podem dessa forma escrever enquanto olham diretamente para os estudantes, sendo mais fácil chamar a atenção dos alunos menos atentos. O quadro pode ser ligado a um computador, projetor ou monitor adicional através de USB, para além de poder ser integrado no Zoom, Skype, Google Meet e outras aplicações de videoconferência.

A câmara capta tudo o que está a ser registado no quadro e o professor, e o sistema gira a imagem para a ajustar, para que os alunos vejam corretamente a informação. É como se os alunos assistissem a uma streaming, sempre em contacto com a informação e o educador. Mas o quadro eGlass, disponível em dois tamanhos, de 35 e 50 polegadas, tem outros trunfos guardados. O regulador de intensidade da luz permite realçar a escrita, da mesma forma que a iluminação que incide o professor também pode ser ajustada, para que este desapareça da imagem, se for necessário.

O quadro é acompanhado de um software para a escrita, que não só digitaliza os documentos, como permite gravar toda a aula. Tem ainda um editor para destorcer imagens e pode integrar diretamente chamadas de Zoom.

A eGlass já está a aceitar encomendas do público geral a partir de agora, mas desde que foi apresentado em janeiro, foram produzidas apenas 2.000 unidades, que foram vendidas quase de imediato. Os educadores e professores têm acesso a condições especiais para os modelos de 35 polegadas, abaixo dos 2.000 dólares. Mas a empresa refere que o quadro pode ser usado em outros cenários, como vendas, por exemplo, onde são necessários tirar notas e proceder a chamadas de Zoom.

(Tecksapo)

Desenvolvido por: Suporte Informatica