Edge apanhado a importar dados de outros navegadores sem autorização

2-07-2020

A Microsoft tem vindo a incentivar o uso do novo Edge em todos os sistemas Windows 10, e para quem realmente o pretenda utilizar, uma funcionalidade útil será a capacidade de importar favoritos e outras configurações de diferentes navegadores instalados no sistema – como o Chrome ou Firefox.

Isto permite que os utilizadores possam ter acesso a todas as informações tal como se estivessem no navegador antigo, sem perdas. No entanto, o novo Edge foi apanhado a recolher a informação de outros navegadores mesmo que os utilizadores não tenham dado permissão para tal atividade.

De acordo com os relatos de vários utilizadores nos fóruns de suporte da Microsoft e Reddit, o Edge encontra-se a importar automaticamente os dados de outros navegadores no sistema, como o Chrome ou Firefox, mesmo que os utilizadores decidam não importar os conteúdos diretamente.

Os relatos apontam que os favoritos e outras informações surgem no Edge antes dos utilizadores questionarem se pretendem ou não importar os dados. Caso estes não o pretendam realizar, os dados são então eliminados, mas isso não invalida o facto que o Edge se encontra a recolher a informação antes de os utilizadores darem consentimento para tal.

Em resposta, a Microsoft confirma que o navegador importa os dados de outros navegadores automaticamente, mas que cabe sempre aos utilizadores finais indicarem se pretendem ou não manter os mesmos no Edge. Caso os utilizadores não o pretendam, estes dados são automaticamente removidos da plataforma.

Apesar de existir uma justificação da empresa, é importante sublinhar que este método de recolha de dados de outros navegadores pode deixar algumas questões pendentes a nível da privacidade, sobretudo porque não se sabe exatamente o que a Microsoft faz com os dados antes do utilizador confirmar ou negar que pretende a importação dos mesmos para o Edge.

(TT)

Desenvolvido por: Suporte Informatica