Microsoft Teams ultrapassa os 12 milhões de utilizadores em apenas uma semana

20-03-2020

Apesar de ter registado alguns precalços técnicos, o Microsoft Teams está a tornar-se numa das plataformas digitais de teletrabalho mais populares. Ao todo, o número de membros da plataforma mais do que duplicou desde novembro de 2019, altura em que se registaram 20 milhões de utilizadores.

A pandemia de Coronavírus (COVID-19) está a ditar a crescente adoção do teletrabalho em muitos países. São cada vez mais os trabalhadores a recorrerem a plataformas online e, mesmo após alguns percalços técnicos, o Microsoft Teams ganhou mais de 12 milhões de utilizadores numa semana. Os 44 milhões de membros geraram 900 minutos de reuniões online em apenas 7 dias, revela a Microsoft.


O número simboliza um crescimento de 37,5% desde 11 de março, altura em que rondava os 32 milhões de utilizadores. Ao todo, o número de membros da plataforma mais do que duplicou desde novembro de 2019, quando de registaram 20 milhões.

A plataforma digital da gigante tecnológica atingiu o marco dos 44 milhões de utilizadores no mesmo dia em que assinalava o seu terceiro aniversário. Para comemorar a data e garantir que continua a ajudar os utilizadores a manter o contacto mesmo por entre uma pandemia, a Microsoft anunciou novas funcionalidades, como uma aplicação de agendamento de consultas para as equipas médicas em hospitais.

Além disso, a empresa está a desenvolver várias funcionalidades que prometem melhorar alguns dos típicos inconvenientes das videochamadas, as quais farão a sua estreia ainda em 2020. Na “calha” está uma função de redução e melhoramento de som, algo que poderá ser útil para trabalhadores que vivem em locais barulhentos.A Microsoft está a utilizar inteligência artificial para reduzir automaticamente o ruído desnecessário numa videochamada, fazendo com que o microfone capte apenas o som das vozes.

A empresa está também a preparar uma funcionalidade que se poderá revelar útil em reuniões com intervenientes particularmente faladores ou com muitos participantes. Para fazer alguma pergunta ou intervenção, o utilizador precisará apenas de clicar num botão. A Microsoft promete também um modo offline de chat para o Teams, assim como uma funcionalidade que permite abrir conversas em janelas separadas e outra que permite “esconder” o fundo do local onde se encontra o utilizador com uma espécie de wallpaper.

(Teksapo)

Desenvolvido por: Suporte Informatica