Acabei a minha série favorita… E agora?

19-03-2020

De uma maneira muito simples, depressão pós-série é aquele sentimento de vazio que nos invade quando terminamos uma série que de alguma forma nos impactou de uma maneira muito positiva. Este sentimento é passageiro porque, entretanto, começamos a ver algo novo que nos desperta o interesse, no entanto, o intervalo entre voltarmos ao nosso estado natural de “binger” de séries e este período pode ser algo demorado e maçante.

Para dar um exemplo, falarei da minha experiência quando terminei a série Breaking Bad. Algures entre 2013 e 2014, comecei a ver esta famosa série e foi sem dúvida o “meu primeiro amor”. Nunca tinha ficado tão viciado numa série e nunca tinha tirado tanto prazer em procurar Easter Eggs pelos confins da Internet para poder dizer aos meus amigos que descobri x ou y que eles nem faziam ideia. As personagens, a banda sonora, os shots da câmara e o plot agarraram-me de tal forma que não passava um dia sem falar da série, algo que as pessoas à minha volta nunca acharam lá muita piada. Escusado será dizer que quando a acabei, senti mesmo um enorme vazio. A hora do lanche e a hora de ir dormir (momentos em que normalmente via um episódio) deixaram de ter o mesmo significado que tinham antes e quase que perdi a vontade de passar por esses momentos porque já sabia que ia ter de ficar a olhar para o ar. E eu bem que tentava ver outras séries, mas nada me fazia despertar o interesse como o senhor Walter White fez. Entretanto, fui-me esquecendo de que me sentia assim e fiz as pazes com o facto de que nunca mais iria voltar a ver nada com o calibre desta série.

Fast Forward para 2018, ano em que finalmente consegui voltar a ganhar um gosto especial por uma série de televisão. Momento este em que resolvi dar uma tentativa a Sopranos, uma série que acompanha uma família de mafiosos de New Jersey. À semelhança de Breaking Bad, a série conseguiu captar a minha atenção na perfeição e já sabia que as probabilidades de me acontecer precisamente o mesmo que me aconteceu em 2014 eram bastante elevadas, portanto resolvi fazer algo diferente. Resolvi pegar nas listas de séries que encontrei pela Internet e peguei numa que me podia interessar, dentro da mesma onda de Sopranos. Apontei então o nome Boardwalk Empire num dos cantos da minha mente para a eventualidade de terminar Sopranos e começar a ser demolido pelo mesmo sentimento de 2014.

E será que ajudou? A resposta, nua e crua é “sim”. Alguns dias depois de ter terminado Sopranos, depois de já ter visto todos os vídeos no youtube sobre o final da série e depois de ter visitado uma série de websites dedicados à discussão da mesma, finalmente comecei a ver Boardwalk Empire e estava totalmente encantado. A série está, em muitos aspetos, ao nível das outras duas séries que tenho mencionado (na minha opinião, claro) e o melhor é que não passei de todo por aquele período detestável em que a vida, de uma maneira exagerada, quase que deixa de fazer sentido.

Descobri então o antídoto, ou pelo menos o “atenuante” da sensação de vazio de quando terminamos uma série. Não é um plano à prova de bala porque há séries e Séries mas pelo menos com este método consigo distrair-me facilmente da anterior.

No entanto, às vezes a tarefa de encontrar uma série boa pode ser algo maçadora, portanto, deixo aqui em baixo uma lista das minhas recomendações de séries. Não é a lista mais extensiva, portanto estejam à vontade para comentar neste artigo as vossas sugestões! Pessoalmente, gosto ainda de “spice things up” com uma série de comédia enquanto vejo um drama, portanto sempre que conseguir vou intercalar ambos os géneros:

Breaking Bad;
The Office US;
Sopranos;
Brooklyn Nine-nine;
Boardwalk Empire;
Parks and Recreation;
Brothers in Arms;
Men at Work;
Sherlock;
Black Mirror;
True Detective;
Mad Men;
Atlanta;
The Good Place;
The Pacific;
Friends;
Mr. Robot;
Community;
The Night Of;
Fresh Prince of Bel-Air;
Westworld;
Master of None;
Chernobyl;
The IT Crowd;
Watchmen;
The Wire;
Better Call Saul.

Recentemente acabei de ver Mad Men e estou a preparar-me mentalmente para começar Watchmen (ainda não vi todos os vídeos do YouTube sobre fan-theories que quero ver). E como esta última tem apenas 1 temporada e estamos a atravessar um período de quarentena, sei que a vou terminar bastante depressa, portanto esta lista e as vossas contribuições para a mesma serão extremamente úteis para combater o aborrecimento! Estar em isolamento é um processo, que apesar de ser necessário, é chato, mas se tivermos uma boa série para nos acompanhar, torna-se melhor e mais fácil de lidar.
(Shifter)

Desenvolvido por: Suporte Informatica