Primeiras impressões de “See”

3-11-2019

Foi na madrugada de hoje, sexta-feira 1 de novembro, que a Apple lançou o seu novo serviço Apple TV+ e com ele chega um variado leque de conteúdos originais, incluindo a série “See”.

Podes ver que outros títulos chegam neste lançamento do Apple TV+, no nosso artigo de lançamento do serviço.

Neste artigo irei passar-vos as minhas primeiras impressões quanto ao primeiro episódio da série “See”. Acabo de o ver, ainda me restam os segundo e terceiro, que a Apple está a disponibilizar nesta estreia. Neste momento não sei como é que eles vão gerir o lançamento de novos episódios, mas se o evoluir da história for realmente tão bom como foi neste primeiro episódio, a série promete ser algo viciante e do qual vamos andar ansiosos para ver mais!

Jason Momoa está irrepreensível no papel de Baba Voss, um guerreiro e líder da tribo Alkenny. Destaco também positivamente os papéis de Alfre Woodard com a sua Paris, (a líder espiritual da tribo e que tem um papel preponderante logo no primeiro episódio), e Sylvia Hoeks que faz de Rainha Kane da tribo rival Payan.

Posso desde já adiantar-vos que (sem spoiler), o final do primeiro episódio é meio meh, mas parece dar um gancho muito bom para o resto da história.

Talvez uma opinião comparativa quanto à qualidade de “Game of Thrones” faça sentido para muitos que estão a ler este artigo. E eu tenho de deixar claro que fui dos poucos que perdi na totalidade a série, portanto não posso, nem vou, tecer qualquer tipo de comentário que sirva para esse efeito.

O que vos posso garantir é que “See” apresenta uma história fortíssima logo desde o início, com bom suspense, excelentes interpretações, e mais importante, as cenas passam uma credibilidade tão brutal, que às vezes nos questionamos se aquele mundo paralelo existe mesmo…

Claro, tal como em qualquer obra de ficção, não poderia faltar aquilo que eu costumo chamar de “bom sangue” – cheio dele nesta estreia! Assim, todos aqueles que sejam sensíveis a este tipo de conteúdos não aconselho a sua visualização.

Para aqueles cujo o estômago é forte, sem dúvida que “See” vale a pena ver e é a prova que a Apple não está aqui para perder com o Apple TV+.

Agora, vou ver o resto, que ficou pendente!
(atapple)

Desenvolvido por: Suporte Informatica