Empresa escocesa quer gerar energia com a gravidade

2-11-2019

Um dos maiores problemas na transição para as energias renováveis é encontrar formas de armazenar a energia de forma eficiente, e a Gravitricity quer dispensar as baterias tradicionais e usar… a gravidade.

A proposta da Gravitricity é extremamente simples e, de certa forma, replica aquilo que já é feito nas barragens hidroeléctricas. Em vez de usar baterias de lítio, a ideia é reaproveitar os poços de minas e usar bloco com peso substancial (num total de 12 mil toneladas).

O processo de deixar cair o peso de forma controlada permite gerar energia sempre que for necessário - estando a energia gerada directamente relacionada com a profundidade do poço utilizado (a empresa está em negociações com minas desactivadas com poços com profundidades que vão dos 800m aos 2000m). E utilizando-se a energia em excesso (por exemplo, de painéis solares durante o dia) para içar novamente os pesos.

No fundo, é uma táctica idêntica à que já é utilizada nas barragens, bombeando a água novamente para trás sempre que há excesso de produção de energia, para que possa ser reutilizada mais tarde; mas com a vantagem de poder ser implementada em praticamente qualquer lado; e neste caso, permitindo reaproveitar a infraestrutura de minas abandonadas. A Gravitricity diz que um único poço de uma mina seria capaz de alimentar até 63 mil residências durante uma hora; e relembra que assim não seria necessário lidar com a questão dos ciclos de carga das baterias químicas ou reciclagem de materiais potencialmente perigosos. A melhor parte, a análise de custos diz acumular energia assim ficaria por um terço do custo das baterias de lítio, e metade do armazenamento usando ar comprimido.

… Tendo já em vista a ideia de um mundo global totalmente conectado, interrogo-me se não seria possível fazer-se algo idêntico utilizando todos os elevadores do mundo; sendo que quando houvesse excesso de energia se aproveitaria para fazer os elevadores subir (com prioridade para partes do mundo onde esses elevadores pudessem estar maioritariamente desocupados - como prédios de escritórios durante a noite). E fazendo-os descer e recuperando a energia caso fosse necessário. :)
(ptnik)

Desenvolvido por: Suporte Informatica