Reino Unido desiste de verificação de idade no acesso a sites pornográficos

18-10-2019

A novela britânica de querer implementar um método de validação de idades no acesso a sites de pornografia parece ter chegado finalmente ao fim, com o projecto que desde o início se antevia ser impraticável, a confirmar que foi um falhanço completo.

O caso arrasta-se há anos, com adiamentos atrás de adiamentos; com o processo a bater constantemente nas questões que se faziam prever logo desde o início, de como este sistema iria destruir (ainda mais) a privacidade cada vez mais reduzida dos cidadãos britânicos.

De certa forma, o caso acaba por ter semelhanças com o Brexit, sendo que em ambos os casos os britânicos parecem lançar as ideias para o ar, mas depois ficando sem saber como as concretizar, e no processo ignorando todas as opiniões sensatas que vão sendo dadas. Mesmo que, como tudo indica, venham a deixar de fazer parte da UE, pelo menos restará o consolo de saberem que poderão continuar a visitar os sites para adultos que bem entenderem, sem se arriscarem que a sua identidade fique associada às categorias de conteúdos que preferem (pelo menos, até que surja um novo capítulo a tentar reverter este novo abandono).

Como bem sabemos, seria apenas uma questão de tempo até que um qualquer roubo de dados viesse revelar que determinado ministro passava as suas noites a espreitar as secções “gay fisting”, ou que determinado líder de extrema direita fosse fanático por “interracial sex”. Arrisco-me a dizer que os próprios proponentes desta medida nem sequer têm noção do que se livraram… E estando isto arrumado, agora só falta demonstrarem o mesmo bom senso para com o Brexit. :P
(ptnik)

Desenvolvido por: Suporte Informatica