Uber aumenta tarifa das bicicletas e cria passe mensal a partir de 25 euros

6-10-2019

Os utilizadores das bicicletas Jump vão poder escolher entre duas modalidades de pagamento mensal.

Para já é um projeto-piloto que vai durar quatro meses. Entre esta terça-feira, 1 de outubro, e o último dia de janeiro, será possível fazer uma subscrição mensal do serviço de bicicletas Jump, que pertence à Uber, em Lisboa.

Os utilizadores têm duas modalidades à disposição: o plano Eletric tem um custo de 24,90 euros por mês e permite pedalar sem custos extra durante 15 minutos por dia. Já o plano Eletric+ custa 39,90 euros por mês e inclui 30 minutos de viagens por dia. Segundo as contas da empresa, quem aderir ao plano Eletric poupa até 65 euros por mês, enquanto a modalidade Eletric+ se traduz numa poupança de até 140 euros mensais.

A par da criação dos passes mensais, a Jump vai aumentar o valor das tarifas para quem não aderir à subscrição de um dos planos. Dos atuais 15 cêntimos por minuto, as viagens passam a custar 20 cêntimos. A nota enviada à imprensa pela Uber ressalva que o serviço só aceita subscrições até 30 de novembro.

A assinatura renova automaticamente todos os meses, caso não seja dada ordem para cancelar. Os minutos diários não são cumulativos e o tempo de utilização que exceda o previsto nos planos é cobrado de acordo com a tarifa normal de 20 cêntimos por minuto. Segundo a Uber, Lisboa é a primeira cidade europeia a testar o modelo de subscrição. As bicicletas elétricas Jump circulam em Lisboa desde fevereiro, havendo atualmente 1750 à disposição dos utilizadores.
(DN:insider)

Desenvolvido por: Suporte Informatica