Criador do Linux deixa duras críticas às redes sociais

8-04-2019

Linus Torvalds, criador do sistema base do Linux, é bem conhecido por muitas das suas polémicas ao longo dos anos, e recentemente o programador decidiu deixar duras críticas às principais plataformas de redes sociais da atualidade.

Torvalds afirma que as redes sociais atualmente podem ser consideradas como uma doença dos tempos modernos. O programador refere detestar serviços como o Twitter, Facebook e Instagram, não apenas devido aos seus problemas relacionados com a privacidade mar por todos os comportamentos que existem dentro destas plataformas.

Para Torvalds, em entrevista ao portal Linux Journal, as redes sociais não implementam nenhum método de controlo dos conteúdos partilhados ou da qualidade dos mesmos, além de que o sistema de “gostos” não reflete da melhor forma a qualidade que um conteúdo pode ter.

As principais redes sociais da atualidade têm vindo a enfrentar vários problemas, sobretudo no que respeita à partilha de conteúdos falsos e enganadores, algo que ainda continua a ser um dos principais temas de debate entre os defensores da falta de controlo das plataformas.

Apesar de Torvalds ser conhecido pelas suas críticas duras ao longo dos anos, e falta de temperamento, esta ideia não será única do mesmo. Vários utilizadores consideram que as redes sociais têm vindo a tornar-se um meio pouco propicio a comunicação entre entidades e pessoas, sendo mais destinadas à partilha de conteúdos falsos e enganadores, que gerem reações adversas na comunidade.
(Tugateck)

Desenvolvido por: Suporte Informatica