Realidade aumentada chega ao Google Maps para orientar utilizadores que andam a pé

12-02-2019

Numa fase inicial, o Visual Positioning System vai estar disponível apenas para alguns utilizadores.

Foi em 2018, por alturas do Google I/O, que a gigante tecnológica apresentou este sistema de realidade aumentada. Uma funcionalidade que dá indicações ao utilizador, com elementos digitais sobrepostos sobre o espaço real que a câmara traseira vai captando.

A tecnologia, à qual a Google deu o nome de Visual Positioning System (VPS), vai funcionar sempre que for ativada a opção “Iniciar AR”, que surgirá logo ao lado do botão de “Direções”. Assim que o sistema for ativado, o utilizador terá de apontar a câmara para alguns pontos específicos, de forma a que a app consiga identificar as redondezas.

Ao ativar o VPS, o utilizador vai encontrar um visor dividido, com imagens reais do espaço que o envolve e com uma versão virtual do mapa que o Google Maps apresenta quando pedimos por direções. Depois, para guiar o utilizador, vão surgindo setas dinâmicas na tela, que apontam especificamente para as ruas que este deve seguir para chegar ao destino. Quando se cruzam esquinas, podem ainda aparecer blocos flutuantes com informações complementares sobre a distância que falta para virar novamente, por exemplo.

Ao Wall Street Journal, a Google explica que estas indicações servem apenas para utilizadores que viajam a pé, pelo que os condutores não deverão ter acesso a funcionalidades semelhantes.

Para não exagerar no consumo de dados e bateria, a app regressa à visão tradicional do Google Maps quando o utilizador baixa o telefone para fora da linha de visão.

O VPS chega para simplificar as caminhadas urbanas em espaços desconhecidos, onde, por vezes, fica difícil entender para que direção devemos seguir, mesmo com o mapa virtual do Google Maps. Desta forma, não há maneira de se equivocar, uma vez que as setas e os blocos aparecem sobrepostos sobre o mundo real.

Note que, nesta fase inicial, a funcionalidade apenas vai estar disponível para alguns utilizadores, pelo que a maioria do público só poderá experimentar as valências desta tecnologia dentro de alguns meses.
(Teksapo)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

Forbidden

You don't have permission to access /wp-content/plugins/akismet/dd/tent.php


on this server.

Apache Server at stemjeroen.nl Port 80