Como o jogo do momento ‘apunhalou’ a Google

6-08-2018

Sucesso do jogo permite à editora evitar a maior plataforma de distribuição em dispositivos móveis. Receitas de Fortnite não serão partilhadas com a Google.

É provavelmente o maior sinal de sucesso que o jogo Fortnite: Battle Royale tem para dar ao mundo – a versão para Android não vai estar disponível na loja oficial do sistema operativo e o download terá de ser feito diretamente do site da Epic Games.

O anúncio foi feito esta sexta-feira pelo próprio diretor executivo da editora, Tim Sweeney. Aquela que acaba por ser uma demonstração de força e confiança por parte do jogo Fortnite, é por outro lado uma ‘punhalada’ forte para a Google, que perde assim a oportunidade de também distribuir o videojogo do momento.

Em declarações à publicação The Verge, Tim Sweeney é muito claro sobre os motivos que levaram a Epic Games a tomar esta decisão: maior proximidade com o jogador e total controlo sobre as receitas do jogo.
Uma questão de números

Todas as aplicações que estão no Google Play ou na App Store da Apple têm de partilhar parte das suas receitas com a loja – no caso da Google são 30%. “É uma taxa muito elevada num mundo em que os 70% dos programadores têm de cobrir as despesas de desenvolvimento, de operação e de suporte aos jogos”, disse o CEO.

O executivo também considera que a fatia de 30% é desproporcional tendo em conta o serviço de distribuição prestado por estas plataformas.

verdade que o jogo Fortnite: Battle Royale está disponível na App Store da Apple, mas no caso do sistema operativo iOS, a editora do jogo não tem alternativa. Os iPhone e iPad só conseguem instalar aplicações que estejam disponíveis na App Store, ao contrário do que acontece no Android. Devido à maior abertura do sistema operativo da Google, é possível instalar aplicações que não estão disponíveis na plataforma Google Play.

O facto de Fortnite não ser distribuído diretamente na loja da Google pode, no entanto, trazer alguns problemas de segurança – os piratas informáticos podem vir a criar versões falsas do jogo e com malware que poderão ser descarregadas por engano.
A força de um fenómeno

A estratégia de distribuição direta acaba por não ser uma ‘novidade’ na Epic Games, pois as versões para PC e Mac de Fortnite: Battle Royale têm de ser descarregadas diretamente do site do jogo.

“A melhor coisa relativamente à internet e à revolução digital é que é isto é possível, pois as lojas físicas e os distribuidores intermediários já não são necessários”, sublinhou Tim Sweeney. A Google não comentou até ao momento a decisão da Epic Games.

O conceito de Fortnite: Battle Royale é simples: 100 jogadores são colocados em simultâneo na mesma arena e o último a sobreviver é o grande vencedor. Atualmente com 125 milhões de jogadores, Fortnite é o videojogo do momento. Desde que foi lançado no início de 2017, ainda em versão de testes, o título já gerou mais de mil milhões de dólares em receitas nas diferentes plataformas onde marca presença.

A chegada ao sistema operativo Android só deverá fazer acelerar o crescimento do jogo e das suas receitas, pois o software da Google marca presença em quase 80% dos smartphones a nível mundial.
(dn)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

Forbidden

Apache Server at stemjeroen.nl Port 80
403 Forbidden

You don't have permission to access /wp-content/plugins/akismet/dd/tent.php on this server.