Como alguns dos maiores fabricantes de automóveis aumentaram artificialmente o preço das suas peças

6-06-2018

A Renault, a Nissan, a Peugeot, a Citröen, a Jaguar e a Land Rover ganharam pelo menos 2,6 mil milhões de euros a mais nos últimos anos com a venda de peças sobressalentes à custa de um sofisticado programa informático, desenvolvido pela Accenture, que faz subir os preços de forma inteligente (para os fabricantes) mas desproporcionada (para os consumidores). Documentos confidenciais obtidos pelo jornal francês Mediapart e partilhados com o consórcio de investigação EIC, de que o Expresso faz parte, mostram como uma fórmula mágica foi inventada para tirar partido da psicologia dos condutores

Se há uma coisa que irrita a maioria dos condutores em toda a Europa é o elevado custo das reparações e manutenções, mas isso não impediu as grandes marcas de automóveis de comprarem um software que lhes permitiu aumentar ainda mais os preços das suas peças de origem.

Entre 2008 e 2013, a empresa de consultoria global Accenture trabalhou para cinco grandes fabricantes de automóveis, recorrendo a um software que indica como aumentar de forma inteligente os preços em até 25% das suas peças de origem — peças que estão protegidas por patentes. Isto é revelado por documentos confidenciais da Accenture que foram obtidos pelo jornal online francês Mediapart e analisados pelo consórcio European Investigative Collaborations (EIC), de que fazem parte uma dúzia de redações, incluindo o Expresso em Portugal, numa investigação em que também participaram a Reuters e o jornal belga “De Standaard”.

Continuar a ler –> Jornal Expresso)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

You don't have permission to access /wp-content/plugins/akismet/dd/tent.php on this server.


403 Forbidden

Forbidden