eSIM suspenso devido a investigação às operadoras norte-americanas

23-04-2018

O grupo GSMA pôs o trabalho nas especificações dos eSIM em pausa, devido a uma investigação que está a decorrer sobre os operadores de telecomunicações norte-americanos, por alegadas manobras que estariam a ser feitas para impedir a adopção deste sistema que dispensa os cartões SIM físicos.

O outrora “reduzido” cartão SIM depressa se revelou demasiado grande para acompanhar a miniaturização dos smartphones, tendo sofrido diversas reduções de tamanho ao longo dos anos: do cartão SIM original (até custa acreditar hoje em dia que havia telemóveis que levavam o cartão completo, do tamanho de um cartão de crédito!) ao formato recortado do chip que se passou a considerar o SIM, e posteriormente o micro SIM e nano SIM. Mas mesmo assim há quem queira fazer desaparecer este cartão da equação… com o eSIM.

O eSIM passa a ser um cartão virtual já integrado no próprio equipamento (algures num dos seus chips internos) e que evitaria os custos de um cartão físico dedicado, que por muito pequeno que seja obrigaria sempre a que tivesse um tamanho “manuseável”, a par de um socket, gaveta ou tampa de acesso, etc. Com os eSIM, a ideia é que os utilizadores possam mudar de operador com um simples telefonema (ou até talvez de forma automática fazendo o pedido num site), sem necessidade de esperar ou trocar um cartão.

Seria algo que se pensaria ser uma vantagem para todos… mas como sempre, onde uns vêm vantagens… outros vêem uma ameaça. Aparentemente, alguns operadores norte-americanos estão a “boicotar” secretamente a adopção dos eSIM, por perderem a capacidade de manterem os smartphones bloqueados à sua própria rede.

… Felizmente, a moda dos equipamentos bloqueados foi algo que cá em Portugal já fomos capazes de superar (felizmente!) - sem que com isso se devam esquecer os anos de sofrimento que tivemos, com muitas regras absurdas (como os valores exorbitantes que eram pedidos para desbloquear os smartphones - mesmo que já tivessem sido pagos na totalidade e mesmo após anos de permanência na rede). Esta será uma das áreas (entre muitas outras) em que os operadores norte-americanos muito teriam a aprender com o exemplo Português. ;P
(ptnik)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

Apache Server at stemjeroen.nl Port 80

Forbidden

on this server.


You don't have permission to access /wp-content/plugins/akismet/dd/tent.php