2017: O Ano Zero da Inteligência Artificial?

7-01-2018

No ano que passou assistimos a um crescendo de notícias e eventos relacionados com a inteligência artificial, trazendo para a esfera da atenção pública um tópico que, até há poucos anos atrás, era apenas do conhecimento de um pequeno número de especialistas da comunidade científica. Embora haja trabalhos anteriores, nomeadamente o famoso teste de Turing, proposto em 1950, existe um razoável consenso em que esta área se desenvolveu a partir de 1956, data em que teve lugar um famoso encontro que durou várias semanas, em Dartmouth College, estado de New Hampshire, nos Estados Unidos.
Neste encontro participaram vários cientistas e investigadores que vieram a desempenhar papéis chave no desenvolvimento da inteligência artificial em diversas universidades e empresas.

A área continuou a desenvolver-se durante décadas, passando por diversos períodos de grande entusiasmo e por outros de grande desilusão. As redes neuronais com diversas camadas, uma das abordagens mais populares da actualidade, que permite aos programas aprender a reconhecer padrões a partir de exemplos, são conhecidas desde a década de 70, embora só se tenham tornado populares na década de 80, com a publicação de um livro pela MIT Press sobre o tema, da autoria de Rumelhart, McLelland e colaboradores.

Outras abordagens, que permitiram resolver complexos problemas de planeamento, agendamento e procura foram desenvolvidos ao longo destas seis décadas, e conduziram a numerosos algoritmos, soluções e empresas da especialidade.
A detecção automática de fraudes financeiras, a análise de tentativas de intrusão, o reconhecimento automático de textos manuscritos e o processamento de língua falada e escrita têm-se desenvolvido ao longo das últimas três décadas, e são omnipresentes no nosso dia a dia, embora pouco visíveis. Empresas Portuguesas como a Feedzai, a HeartGenetics ou a Siscog devem grande parte da sua tecnologia aos desenvolvimentos da inteligência artificial destas últimas décadas.
–> continuar a ler

OPINIÃO : Arlindo Oliveira - Presidente IST (Exame Informática)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

Apache Server at stemjeroen.nl Port 80
on this server.


Forbidden

403 Forbidden