O Tinder sabe tudo, mesmo tudo, sobre a sua vida

27-09-2017

Se é utilizador do Tinder deve saber que a aplicação de encontros românticos (ou não) tem centenas ou milhares de páginas sobre si: o que fez, o que disse, onde esteve, as preferências sexuais, os segredos mais íntimos. Tudo. Ao mais ínfimo pormenor.

Segundo o jornal britânico “The Guardian”, se, um dia, solicitar ao Tinder toda a informação que dispõe sobre si, o mais provável é receber centenas ou milhares de páginas com todo o seu histórico na aplicação.

Todos os “gostos” que fez no Facebook; todas as fotografias que publicou no Instagram (mesmo que tenha apagado a conta); a média de idades dos homens ou das mulheres em que esteve interessado; quantas vezes, quando e onde conversou com outros utilizadores e tudo o que lhes disse; o que estudou; que trabalhos já teve; o que gosta de comer; os lugares onde gosta de ir; que palavras usa mais; discriminação por raça das pessoas que estiveram interessadas em si. Mais? Sim, a lista continua.

São os próprios utilizadores que fornecem toda a informação acerca das suas vidas. E de forma tão imediatista que só confrontados com um registo em papel da sua atividade se apercebem da total falta de privacidade em que se colocaram.
(JN)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

403 Forbidden
Apache Server at stemjeroen.nl Port 80

Forbidden

You don't have permission to access /wp-content/plugins/akismet/dd/tent.php on this server.