Base militar anti-nazi no Reino Unido serve de instalação para escola de cibersegurança

25-11-2016

O Reino Unido está a preparar-se para inaugurar a sua primeira escola dedicada aos estudos de cibersegurança. O objetivo é formar profissionais que tenham capacidades para combater o crescente volume de ameaças informáticas à segurança do país.

O novo colégio de estudos cibernéticos vai ser instalado em Bletchley Park, também conhecido como “Station X”, um local onde, durante a Segunda Guerra Mundial, eram quebrados os códigos secretos intercetados às forças nazis. Foi nesta base militar secreta que o célebre matemático e criptógrafo Alan Turing decifrou as mensagens dos oficiais alemães.

De acordo com a Reuters, a escola vai aceitar 100 jovens entre os 16 e os 18 anos no primeiro ano de operações. O início das atividades letivas está marcado para setembro 2018 e 40% do programa curricular será composto por estudos de segurança cibernética.

Segundo consta, esta instituição é fruto de uma parceria público-privada e faz parte de planos para estabelecer um centro de cibersegurança nacional no Reino Unido.

A seleção dos alunos será feita mediante provas de aferição e de programas de “caça de talento”.

Alguns dos edifícios estão a ser reabilitados, visto que, desde a Segunda Grande Guerra, que Bletchley Park se encontra votado ao abandonado.

A formação de especialistas em cibersegurança vai permitir preencher o hiato que existe hoje entre as capacidades do Reino Unido e as ameaças cibernéticas que proliferam desenfreadamente, escreve o The Guardian.

Citado pelo jornal britânico, Alastair MacWillson, uma das mentes por detrás deste projeto, considera que as ameaças cibernéticas são uma preocupação crescente do governo britânico e que existe uma escassez de profissionais aptos a lidar com estes problemas.
(Teksapo)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

You don't have permission to access /wp-content/plugins/akismet/dd/tent.php on this server.

Forbidden

Apache Server at stemjeroen.nl Port 80