CERN está em Portugal à procura de parceiros para melhorar acelerador de partículas

29-10-2016

A Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear quer encontrar empresas portuguesas interessadas em fornecerem tecnologia para o novo acelerador de partículas.

Nesta altura há uma delegação de especialistas do CERN a visitar empresas portuguesas com vista “a identificar fornecedores industriais de elevado potencial tecnológico”, refere uma nota de imprensa enviada às redações.

A iniciativa assenta igualmente num workshop, organizado em parceria com a Fundação para a Ciência e a Tecnologia, realizando-se pela primeira vez fora do CERN, marcado para dia 31 de outubro, segunda-feira.

Tanto um como outro momento pretendem contribuir para a organização europeia identificar futuros parceiros industriais para o seu principal projeto para os próximos anos: o “High Luminosity upgrade of the Large Haldron Collider” (HL-LHC), que permitirá um aumento significativo da performance do mais potente acelerador de partículas do mundo.

O workshop decorrerá nas instalações do Instituto Superior Técnico na Alameda, e trará a Portugal o Diretor de Aceleradores e Tecnologia do CERN, Frederick Bordry, os responsáveis pelos Departamentos de Tecnologia e Engenharia, Miguel Jimenez e Roberto Losito, e o líder do projeto HL-LHC, Lucio Rossi. Estarão presentes cerca de 20 especialistas do CERN, 30 participantes nacionais (industriais e académicos) e 130 industriais internacionais.

Durante todo o dia, está previsto que as empresas assistam a várias apresentações técnicas sobre a tecnologia, a construção e o processo de contratação do HL-LHC, e participem em sessões b2b em tópicos relevantes para o desenvolvimento do novo acelerador.

À margem da visita da delegação de especialistas e do evento HiLumi, terá também lugar a assinatura de um protocolo de colaboração entre o CERN e o Instituto Politécnico de Leiria, para formalizar a colaboração das duas instituições na orientação de trabalhos de final de curso de licenciaturas e mestrados do IPLeiria, em temas identificados pelo CERN, e que pretende fomentar o desenvolvimento de projetos de investigação conjuntos.

O IPLeiria junta-se assim ao Instituto Superior Técnico, à Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e à Universidade de Évora, tornando-se a quarta Instituição de Ensino Superior a firmar um protocolo com o CERN.
(Tekspao)

Desenvolvido por: Suporte Informatica

cialis 10 mg effetti plavix e impotenza prometrium 200 come si usa clomid provoca corrimento orlistat venta peru controindicazioni del femara compare metformin to gliclazide risperdal fa male metoprolol tratament alternative naturali al clomid metoprolol succinate 100 mg ter antibiotico augmentin sospensione hot metoprolol toprol xl conversion cialis lo vendono in farmacia luvox period glucophage chromium picolinate viagra pepsi cola lasix in gravidanza voltaren retard prezzo metoclopramide ileus voltaren pastiglie senza ricetta panière allegra tupperware diflucan tempo azione voltaren generico prezzo effetti collaterali di finasteride kamagra nelle farmacie italiane cosa mangiare a cipro nord voltaren emulgel tendonitis voltaren gel blood sugar clindamycin molluscum contagiosum propecia cinsel voltaren tissugel